Departamentos

Exportação

O Laboratório Paddock atua no suporte à exportação de cavalos desde 1988. Abaixo seguem algumas de nossas conquistas nesses anos de trabalho:

PIROPLASMOSE
Piroplasmose: Fixação de Complemento ou c-ELISA
1988 – Treinamento no USDA (DBL, Ames, Iowa), para técnica de fixação de complemento utilizada no diagnóstico de Piroplasmose Equina.
1997 – Trabalho sobre tratamentos babesicidas apresentado na World Equine Veterinary Association em Padova (Itália).
1999 – Assinatura de parceria com a Washington State University (Dr Donald Knowles) para desenvolvimento de um teste ELISA para Piroplasmose.
2000 – Início de pesquisa envolvendo a Universidade de São Paulo, Onderstepoort Institute (África do Sul) e Washington State University (EUA), para elucidação de vetores biológicos da babesiose, posteriormente publicado no Vet Parasitology.
2003 – Participação na validação do teste ELISA para Piroplasmose junto à OIE com a participação de outros cinco laboratórios do mundo todo.

ESTOMATITE VESICULAR
Estomatite Vesicular: ELISA ou Soroneutralização.
1999 – Desenvolvimento do teste ELISA para Estomatite Vesicular após treinamento no Centro Panamericano de Febre Aftosa, o PANAFTOSA, centro de referência para doenças vesiculares.

DURINA
Durina: Fixação de Complemento.
1993 – Treinamento no USDA (DBL, Ames, Iowa) na técnica de fixação de complemento para Durina e Mormo, permitindo a realização desses testes no Brasil.
2006 – Convite para participar da validação do teste de Mormo e Durina, pela técnica ELISA.

Ainda realizamos, no laboratório ou por intermédio de terceiros, as técnicas para:
ARTERITE VIRAL EQUINA (Soroneutralização e Isolamento);
SURRA (lâmina de buffy coat);
METRITE INFECCIOSA EQUINA (Cultura);
LEPTOSPIROSE (Prova de soromicroaglutinação);
SALMONELOSE (Prova de soroaglutinação ou isolamento bacteriano);
ENCEFALOMIELITE EQUINA LESTE E OESTE (Prova de Soroneutralização ou Inibição da Hemaglutinação);
RINOPNEUMONITE EQUINA (Prova de Soroneutralização).